Notícias Corporativas

Ações educativas combatem o mosquito da dengue nas escolas

Por meio do movimento “Juntos Contra o Mosquito”, projeto de impacto social que promove o combate a doenças transmitidas por mosquitos, as crianças estão sendo envolvidas na conscientização sobre a dengue. Em meio ao surto de casos da doença no Brasil este ano, com mais de 4,5 milhões de casos prováveis, a peça teatral “Esse Mosquito Vai Dançar” é apresentada em escolas públicas da capital paulista para ensinar de forma lúdica a se prevenir contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor dessa e de outras arboviroses.

Ensinar sobre arboviroses de forma lúdica pode ser uma forma de prender a atenção das crianças e transmitir informações de saúde pública de maneira simples, dentro de contextos que façam sentido no cotidiano dos pequenos.

O projeto leva esquetes teatrais com músicas originais e cantigas de roda, mostrando como o mosquito age e o que pode ser feito para prevenir o contágio. A próxima apresentação acontece no dia 14 de maio no CEI João Ubaldo Ribeiro, nos Altos da Vila Prudente. Nos dias 15 e 16, a peça segue para o CEU Sapopemba. A programação se estende até o começo de junho em diferentes escolas.

Além das esquetes teatrais, o projeto também promoveu a Expedição Planeta, programação de educação socioambiental que contém a apresentação de um filme educacional lúdico e com um circuito de atividades em formato de jogos e brincadeiras para reforçar os ensinamentos sobre prevenção. 

“As crianças são parte importante da sociedade e precisam estar envolvidas quando o assunto é saúde pública. Só por meio do trabalho coletivo vamos conseguir combater o mosquito da dengue. Aquilo que a criança ouve na escola, ela leva para casa e pode educar a própria família sobre prevenção”, explica Fernando Guillemin Contreras, Gerente Sênior de Marketing para Categoria de Pesticidas da Reckitt Hygiene Comercial, detentora da marca SBP, responsável pelo “Juntos Contra o Mosquito”.

Neste ano, o “Juntos Contra o Mosquito” conta com parceria com a Central Única das Favelas (CUFA) e fez visitas a comunidades em São Paulo e no Rio de Janeiro ao longo do verão, realizando mutirões de limpeza, levando medidas educativas e culturais e fazendo doação de produtos inseticidas e repelentes para prevenir o mosquito da dengue. Além disso, este ano o projeto também teve Ludmilla como embaixadora da causa, produzindo conteúdos sobre prevenção em suas redes sociais e alertando a população sobre a importância da coletividade no combate ao Aedes aegypti. 

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.