Notícias Corporativas

Desafios e conquistas do varejo de material de construção são destaques em livro

O varejo de materiais de construção reúne mais de 152 mil lojas em todo o país, de acordo com levantamento publicado no Instituto de Pesquisa da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) com base em informações da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego.

Os dados de 2022 registram um crescimento de 12,38% no número de lojas no Brasil em relação ao ano anterior. A importância desse segmento para a economia está sendo registrada no livro “60 Anos de Associativismo no Varejo da Construção – ANAMACO Construindo um Legado há 40 anos”

Atualmente, a Anamaco atua como interface entre órgãos governamentais, 42 Acomacs, três Fecomacs e outras entidades, fabricantes e comerciantes de material de construção. “Hoje somos uma entidade reconhecida e respeitada pelas indústrias, governos e pela sociedade. O Brasil ainda tem muitos desafios no caminho do desenvolvimento e sabemos que a união do nosso setor da construção é fundamental para o seu crescimento”, destaca o presidente da Anamaco, Cassio Tucunduva. ​

A cadeia da construção é o 4º maior gerador de empregos do país e remunera seus trabalhadores 11,7% mais do que os outros setores da economia. Devido à importância socioeconômica do setor, desde a primeira Associação de Comerciantes de Material de Construção (Acomac), fundada em Campinas/SP em 04 de agosto de 1964, a classe pleiteia uma maior isonomia comercial entre indústrias e lojas de materiais de construção. “Este é um problema que persiste até hoje, culminando em uma alta carga tributária para o varejo, maior do que a de qualquer outro comprador de material de construção”, adverte Tucunduva.

Segundo o presidente da Anamaco, avançar em direção a uma maior Isonomia Comercial é essencial para um maior equilíbrio de mercado. “Com 60 anos do movimento de comerciantes e 40 anos da Anamaco, reiteramos a urgência da correção de malefícios causados pelas disfunções na forma de venda e aplicação de impostos, que resultam na perda de empregos, fechamento de CNPJs e queda de receitas”, afirma Tucunduva.

Uma jornada documentada no varejo da construção

O livro que está sendo lançado pela BB Editora traz o depoimento de 53 personalidades para ajudar a contar a história do associativismo do setor. A obra revisita momento históricos vividos pela Anamaco, desde a fundação da primeira Acomac em Campinas/SP por José Olavo Nogueira, em 04 de agosto de 1964, até o primeiro grande embate nacional, em 1986, contra os abusos da SUNAB; a criação da Universidade Anamaco, em 2003; os instrumentos de facilitação de crédito, como o cartão Anamaco, e a luta contra o fechamento das lojas durante a pandemia de COVID-19.

Lançamento durante a Feicon 2

O lançamento do livro comemorativo dos 60 anos do movimento empresarial de materiais de construção e 40 anos de Anamaco ocorrerá durante a FEICON, a maior feira da construção, que acontece entre os dias 2 e 5 de abril, em São Paulo. No evento, o presidente da Anamaco também participa ministrando a palestra “A Busca da Isonomia Comercial”, no dia 3, durante a programação do VMC – Congresso do Varejo de Material de Construção, que ocorre dentro da feira.

Serviço:

O livro será lançado durante a VMC (Congresso do Varejo de Material de Construção), que ocorrerá dentro da Feicon, evento que acontece de 2 a 5 de abril. A apresentação está programada para o dia 03/04/2024, das 8h às 12h, com o lançamento do livro previsto para às 11h40.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.