Notícias Corporativas

Inadimplência da Black Friday 23 cai -6,4%

Com a virada do mês de fevereiro de 2024, o índice de inadimplência do Meu Crediário, medido mensalmente com base em cerca de 200 redes varejistas do Brasil, mostra como a inadimplência de novembro de 2023 evoluiu após 90 dias de medição.

Os números revelam que a inadimplência das vendas no crediário diminuiu significativamente, chegando em 9,72% em novembro de 2023. No ano anterior, a taxa era de 10,38% (novembro de 2022), uma queda de 0,66 p.p. ou uma queda de 6,4% em relação ao ano anterior.

Segundo Jeison Schneider, especialista em estruturação de operações de crediário para o varejo e diretor do Meu Crediário, “O ano de 2023 teve seu início marcado por recordes quando falamos em aumento de inadimplência no varejo. Notavelmente, as lojas fecharam a torneira do crédito para reduzir o risco. E não somente as lojas, os ‘Bancões’ que tinham a carteira de crédito exposto para o varejo também sofreram (e ainda sofrem) por conta da inadimplência.”

Schneider continua, destacando que “A boa notícia é que, aparentemente, 2023 está corrigindo o que passamos em 2022. Essa tendência de queda da inadimplência teve início no último trimestre de 2023.”

Além disso, comparando com outubro de 2023, percebe-se uma redução de 0,25 ponto percentual na inadimplência, que estava em 9,97% no mês anterior. Esses dados apontam uma tendência positiva no cenário da inadimplência no varejo brasileiro.

No entanto, como alerta o especialista, “apesar das boas notícias, é essencial manter uma vigilância constante sobre a inadimplência no crediário”. Flutuações repentinas podem ocorrer devido a mudanças inesperadas na economia ou em outros fatores externos. “A inadimplência é medida passados 90 dias da venda realizada. Isso quer dizer que essa redução também aparece num momento marcado pelas compras por impulso: a Black Friday”, explica Schneider.

No próximo mês, será avaliado o desempenho das vendas de Natal, o período mais forte do comércio brasileiro. Com esses dados será possível confirmar, ou não, essa tendência de queda da inadimplência para 2023.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.