Notícias Corporativas

Premiação reconhece os melhores vinhos servidos a bordo

Conforto, serviço de bordo e entretenimento durante o voo:  desfrutar das comodidades oferecidas pelas classes executiva e primeira classe em voos é o sonho de muitos, assim como a parte de refeições e bebidas, que fecham o leque dos “mimos” servidos a quem viaja nessas categorias.

Por falar em bebidas, o sommelier Brunno Magnavita, fundador da empresa Elite Vinho, explica que “o hábito de beber vinho durante voos, especialmente os mais longos, pode ter se originado da busca por uma experiência de voo mais confortável e luxuosa”.

Segundo ele, ofertar vinhos é uma forma de enriquecer também a experiência culinária a bordo, proporcionando um senso de sofisticação e luxo ao viajante. “Além disso, o vinho, com suas complexidades varietais e nuances regionais, oferece uma oportunidade para os passageiros explorarem sabores globais, mesmo enquanto estão no ar”, pontua.

Cellars in The Sky: o reconhecimento dos melhores vinho

Criada em 1985, o Business Traveller’s Cellars in the Sky Awards é uma premiação dedicada a reconhecer, destacar e celebrar os melhores vinhos servidos nas classes premium das principais companhias aéreas do mundo. “Essa premiação não só celebra a excelência em hospitalidade aérea, mas também ressalta o compromisso das companhias aéreas em oferecer uma experiência gastronômica excepcional”, enfatiza o especialista em vinhos. 

Recentemente, foram divulgados os vencedores de 2023 nas mais distintas categorias. Além das garrafas de brancos, tintos, rosados, espumantes e vinhos fortificados/de sobremesa, as adegas das companhias aéreas em si também foram avaliadas.

A companhia aérea Qantas, da Austrália, ganhou medalhas de ouro em nove diferentes categorias, dentre elas a de Melhor Adega Geral. Para Magnavita, “a escolha desses vinhos reflete uma atenção meticulosa aos detalhes e uma parceria com vinícolas renomadas para garantir que os passageiros desfrutem de uma experiência de degustação comparável à de um restaurante fino”.

Os desafios de servir um bom vinho a bordo

Engana-se quem pensa que a escolha dos vinhos para servir a bordo de um avião resume-se a parceria entre companhias aéreas e vinícolas e adegas. Na verdade, o papel do sommelier se torna ainda mais fundamental nessa situação.

Brunno Magnavita explica a importância desse profissional na seleção da carta que será servida. “[Os sommeliers] desempenham um papel crucial na escolha de vinhos, buscando itens que não apenas se adaptem ao ambiente de cabine pressurizada, onde a percepção de sabor pode ser alterada, mas que também complementem a culinária servida a bordo”. 

O empresário ainda destaca a logística envolvida para oferecer aos passageiros a qualidade em cada garrafa. “É preciso investir no armazenamento e na manutenção da qualidade dos vinhos em altitudes elevadas, garantindo, assim, que cada taça servida mantenha suas características distintas e agradáveis”.

Para saber mais, basta acessar: http://www.elitevinho.com.br

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.