Notícias Corporativas

Prop Firms: mesas proprietárias forex dos EUA seguem em expansão até 2028

O setor de mesas proprietárias, também conhecido como prop trading, vem ganhando força de forma expressiva nos últimos anos. Segundo dados da organização OFP, essa indústria global movimentou US$ 6,7 bilhões em 2020 e as projeções apontam para uma robusta expansão anual de 4,2% até 2028, impulsionada por inovações tecnológicas e mudanças regulatórias.

Nos Estados Unidos, onde o segmento encontra um terreno particularmente fértil, os números são igualmente expressivos. Estima-se que existam atualmente mais de 19.943 traders proprietários empregados no país, de acordo com a plataforma de pesquisa profissional Zippia. A força de trabalho é predominantemente masculina, com 95,7% de homens contra apenas 4,3% de mulheres. A maioria possui formação universitária sólida, sendo 81% com diploma de bacharelado e 15% com título de mestrado. A idade média dos profissionais é de 43 anos.

“Os números mostram um mercado aquecido e em franca ascensão”, comenta Giovanni Bruno, especialista em mesas proprietárias de forex e editor do portal PropFirmBoss.com. “As prop firms estão se consolidando como figuras pivô no mercado global, aproveitando a revolução da inovação tecnológica e adotando estratégias quantitativas avançadas em múltiplos ativos e classes de investimentos.”

Bruno destaca que uma confluência de fatores tem impulsionado a crescente popularidade dessas mesas proprietárias nos últimos anos. “A acessibilidade cada vez maior, os avanços em gestão de risco e as mudanças regulatórias têm sido grandes impulsionadores. As previsões apontam para uma intensa consolidação no setor, com 2 ou 3 grandes players controlando até 80% do mercado nos próximos anos.”

Apesar do cenário de concentração, o especialista vê amplo espaço para o crescimento sustentado das prop firms. “Essas empresas tendem a assumir um papel ainda mais relevante e prestigiado na indústria financeira global, com contínua inovação em estratégias de trading, aproveitamento de recursos de inteligência artificial e big data, além de maior facilidade de acesso para os traders em geral.”

As estatísticas demográficas do setor nos EUA revelam ainda uma interessante diversidade étnica entre os prop traders, com 66,1% brancos, 12,5% asiáticos, 11,6% hispânicos ou latinos e 5,5% negros ou afro-americanos.

“Embora ainda haja espaço para mais inclusão e representatividade, esses números mostram que estamos caminhando na direção certa, com prop trading se tornando uma carreira viável para diferentes grupos étnicos”, analisa Bruno.

No entanto, apesar do otimismo, o especialista alerta para os desafios à frente. “A regulamentação rigorosa e a adoção de padrões éticos robustos serão fundamentais para garantir um crescimento saudável e sustentável do setor. As mesas proprietárias precisam priorizar a transparência, a boa governança e zelar pela proteção dos investidores.”

Com base nos dados e tendências, fica evidente que o mercado de mesas proprietárias forex representa uma força significativa e em rápida evolução no cenário financeiro global. Sua capacidade de navegar pelos desafios regulatórios e abraçar a inovação tecnológica será crucial para determinar seu futuro e impacto duradouro.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.