Notícias Corporativas

Whirlpool divulga balanço das iniciativas sociais de 2023

Com um legado de mais de 60 anos na agenda ESG (Ambiental, Social e Governança), a Whirlpool,  fabricante de eletrodomésticos detentora das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, divulga os resultados das iniciativas realizadas em 2023 no pilar Social, como o patrocínio e apoio a projetos alinhados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e a ação social da Companhia, que incentiva o empreendedorismo feminino há mais de 22 anos, o Instituto Consulado da Mulher. 

PROJETOS APOIADOS

Por meio de incentivos fiscais e financiamento direto, a empresa investiu R$ 3,2 milhões em 18 projetos de responsabilidade social com as comunidades no Brasil – sobretudo em Rio Claro/SP, Joinville/SC e Manaus/AM, onde a Whirlpool conta com Unidades – que incentivam a cultura, sustentabilidade, saúde, esportes, diversidade, educação e inovação. Entre eles, o Centro de Eficiência Energética da Amazônia (CEEA), um local para adquirir conhecimento e expandir a consciência sobre a importância de gerar energia com menos recursos naturais ou obter o mesmo serviço com menos energia. Em 2023, o CEEA recebeu mais de duas mil visitas; e o OMUNGA na Amazônia, que promove ações educativo-culturais em uma das cidades mais vulneráveis e isoladas do Brasil, Atalaia do Norte/AM, com a distribuição de livros de literatura infantil, realização de ciclos de desenvolvimento com cerca de 200 professores e a construção da primeira biblioteca da cidade, que irá atender em torno de duas mil crianças. Ao todo, mais de 120 mil pessoas foram impactadas diretamente e, aproximadamente, 480 mil indiretamente, além de três mil estudantes de escolas públicas. 

Também em 2023, foi lançado  no Brasil o programa global de voluntariado. Em apenas três meses após o lançamento, foram 19 ações, com a participação de mais de 300 colaboradores voluntários, somando mais de quatro mil horas de trabalho em quatro estados (AM, SC, SP e PB). 

CONSULADO DA MULHER

Incentivar e apoiar o empreendedorismo feminino para que mulheres brasileiras possam realizar seus sonhos, ampliar seus negócios e gerar renda é a missão do Consulado da Mulher há mais de 22 anos. 

“Oferecemos gratuitamente às empreendedoras apoio na criação do negócio, capacitações em técnicas e processos administrativos, marketing etc, online ou presencial. O Instituto beneficiou, só em 2023, mais de mil pessoas diretamente e mais de 2.400 pessoas indiretamente, com programas em 180 cidades no Brasil”, explica Adriana Carvalho, diretora executiva do Consulado da Mulher, nomeada este ano para o cargo. Com 25 anos de experiência nas áreas de diversidade e inclusão, negócios, cadeia de suprimentos e finanças, Adriana trabalhou por seis anos na ONU Mulheres Brasil, liderando diversas ações que promovem a equidade de gênero.

Ao longo das duas décadas de atuação do Consulado, já foram beneficiadas quase 40 mil pessoas em todo o País, em mais de 2.200 projetos, contribuindo também com 3 dos 17 ODS: 5 – alcançar a equidade de gênero; 8 – promover o crescimento econômico inclusivo e sustentável; 1 – erradicar a pobreza. 

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.