Notícias Corporativas

Índice de horas trabalhadas na indústria registra queda

Em recente estudo publicado pelo Portal da Indústria chamado de Indicadores Industriais, foram divulgados dados referentes a outubro de 2023 que sinalizam, segundo o relatório, uma persistente debilidade na atividade do setor. É possível observar no relatório que o índice de horas trabalhadas na indústria registrou uma queda em relação ao mês anterior, prolongando uma sequência de quatro meses sem crescimento. Paralelamente, pode ser observado no documento divulgado que o faturamento real da indústria permaneceu estável no período, indicando uma estagnação que se desenha desde o final de 2022. 

Ainda sobre o relatório, nota-se que a Utilização da Capacidade Instalada (UCI), por sua vez, experimentou um aumento moderado, revertendo a queda do mês anterior, mas mantendo-se em um patamar inalterado desde junho.

O estudo apresenta ainda dados do indicador de horas trabalhadas na produção industrial, que revela, segundo o relatório, um cenário desafiador para o setor. Em outubro de 2023, houve um recuo de 0,4% em comparação com setembro, marcando o quarto mês consecutivo sem crescimento. Na análise anual, registrado no estudo, o declínio é de 0,5%, enquanto o acumulado do ano até outubro registra uma queda de 0,4% em relação ao mesmo período de 2022. O documento aponta que a falta de dinamismo nas horas trabalhadas reflete a difícil conjuntura que a indústria vem enfrentando nos últimos meses.

O relatório divulgado mostra dados sobre o mercado de trabalho industrial, que após três meses consecutivos de retração, apresentou uma variação positiva de 0,1% de setembro para outubro de 2023. Porém, conforme apresentado no estudo, essa recuperação ainda revela sinais de fragilidade, com avanços mais modestos em comparação com os recuos ao longo do ano. Os indicadores de massa salarial e rendimento médio real, por sua vez, mostraram um recuo, sugerindo que, embora haja algum crescimento no emprego, as condições salariais estão enfrentando desafios.

José Antônio Valente, diretor da empresa de franquia de aluguel de equipamentos para construção civil Franquias Trans Obra afirma que o declínio contínuo no índice de horas trabalhadas na indústria ao longo de quatro meses, somado à estagnação no faturamento real desde o final de 2022, sinaliza um ambiente desafiador para as empresas. “Os dados anuais e acumulados até outubro corroboram essa tendência negativa, apontando para uma difícil conjuntura enfrentada pela indústria nos últimos meses”.

Dados do relatório, que podem ser analisados no link informado no início desta matéria, ainda mostram que o faturamento real da indústria permaneceu estável de setembro para outubro de 2023, segundo a série livre de efeitos sazonais. No entanto, a análise mais ampla indica uma tendência de queda, com recuo de 0,8% em relação a outubro de 2022 e um acumulado no ano até outubro com uma diminuição de 1,0% em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Perguntado sobre o assunto, José Antônio afirma que é importante adotar estratégias proativas e colaborativas para promover a recuperação e sustentabilidade da indústria, garantindo a vitalidade do setor e seus impactos positivos na economia como um todo, contribuindo também para que o faturamento real obtenha tendência de crescimento e não de queda, como acontece atualmente.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.