Início noticias-corporativas Interesse por procedimentos estéticos não invasivos cresce durante quarentena

Interesse por procedimentos estéticos não invasivos cresce durante quarentena

Publicidade

Minas Gerais 26/7/2021 –

Com restrições para realização de cirurgias não urgentes nos hospitais por conta da pandemia, procedimentos estéticos que podem ser realizados em consultórios tornam-se opção

De acordo com dados disponibilizados por pesquisa realizada pela Allergan em parceria com a SBD, Sociedade Brasileira de Dermatologia, e SBCP, Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, 82% dos brasileiros têm o desejo de mudar alguma característica do próprio rosto.

O interesse vem acompanhado da afirmação da possível realização de algum procedimento estético em 58% dos casos. Além disso, 25% dos entrevistados afirmam já ter realizado alguma cirurgia ou procedimento não invasivo e consideram-se abertos para novos. 

Dessa forma, certos procedimentos ganham mais destaque a partir de sua adesão em massa. É o caso da Harmonização Facial. Somente no ano de 2020, o Google Trends apontou crescimento de 540% nas buscas sobre o assunto. Além disso, o SBCP apontou que a procura pelo procedimento aumentou 390% em 2 anos. 

Avaliações

Diante da grande procura pela harmonização facial, a Doutora Angélica Ferraz, sócia do Instituto Lipolay, chama a atenção para um fato: não são todos que estão elegíveis ao procedimento. “Antes de iniciar o processo de harmonização fácil, é muito importante avaliar o paciente. Por mais que exista o intuito de melhorar a estética, não podemos deixar a saúde de lado”, explica. 

E, falando em saúde, a Doutora Angélica aproveita para abordar a bichectomia, que, muitas vezes, é utilizada como complemento à harmonização. “ O procedimento é muito procurado com o intuito de afinar o rosto, é realmente muito positivo quando indicado e bem aplicado. É indispensável avaliar de forma completa, pois quando realizada de forma indevida, a bichectomia pode trazer o aspecto de envelhecimento, assim como flacidez para o rosto”, complementa.

Por esse motivo, a cirurgiã dentista, especializada em harmonização facial acentua que o Instituto Lipolay só realiza procedimentos diante de uma rigorosa avaliação técnica profissional. “O objetivo de entregar um resultado satisfatório é nossa principal motivação. Entendemos o intuito de cada paciente, mas atrelamos os pedidos ao nosso conhecimento para garantir que o procedimento seja realizado de forma responsável e equilibrada”, explica. 

Por fim, a especialista frisa que para a realização destes procedimentos, o profissional precisa ter especialização em harmonização orofacial, que já é reconhecida tanto pela ABRAHOF como pelo Governo Federal. “Por mais que alguns casos de harmonização sejam reversíveis, ter ao lado um profissional capacitado diminui os riscos e é indispensável”, finaliza.

Para saber mais sobre a Lipolay, basta acessar: https://lipolay.com.br/bichectomia

Website: https://lipolay.com.br/bichectomia

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui