Notícias Corporativas

Estudo revela dados dos Indicadores Industriais de janeiro

O estudo Indicadores Industriais, publicado no Portal da Indústria, afirma que o panorama inicial de 2024 revela um cenário positivo para a indústria de transformação, com avanços em vários indicadores. O documento ainda apresenta que embora o faturamento real e a utilização da capacidade instalada tenham mantido estabilidade, outros aspectos apresentaram dados positivos, como o número de horas trabalhadas na produção, que variou 0,4% na comparação de janeiro de 2024 com dezembro de 2023, e os indicadores relacionados ao mercado de trabalho, que apresentaram crescimento em janeiro de 0,3%, no mesmo período de comparação.

O estudo também afirma que além do avanço em relação ao mês anterior, a comparação anual também demonstra um cenário positivo para a indústria. O faturamento (3,4%) e o número de horas trabalhadas na produção (0,8%) registraram crescimento, indicando uma recuperação gradual, segundo apontado pela publicação. O relatório também pontua que é importante observar que o emprego apresentou uma queda (-0,3%) em relação ao mesmo período do ano anterior, apesar do crescimento recente.

Nota-se que os dados dos indicadores industriais de janeiro deste ano indicam um momento, segundo a publicação, de aquecimento no mercado de trabalho, com avanços na massa salarial e no rendimento médio dos trabalhadores da indústria. De acordo com dados divulgados no conteúdo do estudo e ajustados sazonalmente, o rendimento médio aumentou 0,6% de dezembro de 2023 para janeiro de 2024. Este aumento constante segue uma série de oscilações entre maio e outubro do ano passado, com o rendimento médio acumulando uma alta de 4,4% entre novembro e janeiro. Em comparação com janeiro de 2023, um crescimento foi observado, registrando uma elevação de 6,4%.

José Antônio Valente, diretor da empresa de franquias de locação de equipamentos Franquias Trans Obra, afirmou que um aspecto positivo observado nos dados é o aquecimento no mercado de trabalho, refletido no aumento da massa salarial e no rendimento médio dos trabalhadores da indústria. José Antônio continuou dizendo que o crescimento constante do rendimento médio, acumulando uma alta de 4,4% entre novembro e janeiro, indica uma melhoria nas condições financeiras dos trabalhadores, o que pode impulsionar o consumo e estimular ainda mais a atividade econômica. Além disso, é crucial que as empresas e formuladores de políticas permaneçam atentos às tendências do mercado e adotem medidas proativas para sustentar e fortalecer esse momento positivo incluindo investimentos em capacitação da força de trabalho, adoção de tecnologias inovadoras e políticas que promovam um ambiente de negócios favorável ao crescimento sustentável da indústria de transformação. “Ao fazê-lo, podemos consolidar os ganhos recentes e pavimentar o caminho para um futuro ainda mais próspero e dinâmico para o setor industrial brasileiro”.

Ainda no relatório, que está disponível no link informado no início desta matéria, observa-se que a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) apresentou uma taxa de 77,6% em janeiro de 2024, mantendo-se estável com uma variação de -0,1 ponto percentual (p.p.) em relação a dezembro de 2023, conforme ajustes sazonais. Segundo o relatório, desde o segundo semestre de 2021, o indicador tem mostrado tendência de queda. Na comparação com janeiro de 2023, a UCI registrou uma queda de 1,9 p.p..

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.