Brasília

Câmeras 24 horas reforçam segurança no trânsito do Túnel Rei Pelé

Passagem conta com central de controle completa que monitora o tráfego para garantir a atuação rápida em caso de ocorrência

Nada do que acontece dentro do Túnel Rei Pelé, em Taguatinga, passa despercebido. A obra viária é monitorada 24 horas por meio das 20 câmeras instaladas no local. As imagens captadas pelos equipamentos são transmitidas ao vivo para a Central de Controle Operacional (CCO), sala localizada dentro da Central de Comando do túnel.

“Esse centro é basicamente para monitorar o trânsito aqui no Túnel Rei Pelé. São várias câmeras que monitoram o interior do túnel e em volta dele. Ficam sempre dois agentes do DER e, se tiver algum problema, entra a viatura, que fica nas proximidades, e tem também um guincho sempre a postos para maior segurança”, explica Joabe Silva Rodrigues, agente de trânsito rodoviário do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Desde a inauguração do túnel, em 5 de junho, os agentes perceberam mudanças no trânsito da região, que passou a fluir com mais facilidade. “Temos visto fluidez no trânsito no Centro de Taguatinga. Não temos mais visto aquele congestionamento”, afirma.

Nos dez dias de operação dentro do túnel, houve poucos registros de ocorrência. As principais situações envolvem condutores e motociclistas que fazem brincadeiras perigosas dentro da passagem, carros que utilizam o recuo para desembarque de passageiros e o trânsito de veículos não autorizados dentro do túnel, como bicicletas e ônibus.

“Temos flagrado alguns condutores, principalmente, motociclistas fazendo gracinhas dentro do túnel. As câmeras são bastante potentes. Conseguimos visualizar a placa, então todos serão identificados”, revela o agente Joabe.

É importante que os motoristas sigam as normas de trânsito do túnel. A circulação de pedestres, ciclistas, ônibus e caminhões é proibida no local. Além disso, a velocidade máxima é de 60 km/h. A passagem subterrânea já conta com radares de medição de velocidade.

Os profissionais que atuam na CCO trazem a experiência do trabalho dentro do Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), unidade de gestão compartilhada entre mais de 20 órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) nas áreas de segurança pública, mobilidade, fiscalização, serviço e saúde.

“Os agentes do Ciob fazem essa interface com o agente de trânsito que está na rua dando suporte. Então os agentes lotados aqui no túnel têm essa expertise e essa experiência”, complementa. Para o DER, o monitoramento do túnel é uma extensão do trabalho do órgão na Estrada Parque Taguatinga (EPTG), fiscalizando mais de 1 km de rodovia.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.