Comportamento

Homem simula assalto à mão armada para pedir namorada em casamento

Os “assaltantes” fizeram o homem se ajoelhar no meio da rua para, então, sacar uma aliança e pedir a namorada em casamento

Alguns homens pensam em ideias mirabolantes para pedir a mão da namorada em casamento. Foi assim que um morador de Cali, na Colômbia, decidiu dar um passo além no namoro. O rapaz simulou um assalto à mão armada, neste último sábado (27/1), para propor a sua parceira que dessem o importante passo na relação.

Em vídeo publicado no Instagram, um carro vermelho para em um cruzamento quando, de repente, um pedestre e uma motocicleta bloqueiam o caminho. Em seguida, dois “criminosos” abordaram o veículo e falaram para os ocupantes – um homem e uma mulher – saírem.

O homem encenou um assalto à mão armada para pedir sua namorada em casamento

Instantes depois, dois homens chegam em outra motocicleta e se juntam ao “crime”. O casal foi forçado a sair do carro enquanto um dos homens exibia um objeto semelhante a uma arma. Um dos “assaltantes” ainda falou para o motorista se ajoelhar no meio da rua.

Por fim, os homens pararam de gritar e o sujeito ajoelhado sacou uma aliança, revelando que o roubo foi, na verdade, uma armação para uma proposta de casamento. A mulher não acreditou no que havia presenciado e deu um tapa no namorado — antes de derramar lágrimas de felicidade e alívio, e aceitar a proposta um tanto quanto inusitada.

Assista ao vídeo neste link.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.