Início Casa&Decoração É hora de deixar a casa de veraneio pronta para a temporada...

É hora de deixar a casa de veraneio pronta para a temporada de primavera / verão

Uma ampla área de lazer com piscina, e confortáveis espaços para aproveitar os dias e noites de descanso definem essa casa de veraneio projetada pela arquiteta Patricia Penna, no litoral norte de São Paulo. | Foto: Leandro Moraes

Clima leve e descontraído, área de lazer completa, elementos naturais e materiais duráveis, são algumas das dicas da arquiteta Patrícia Penna para os projetos de residências na praia

Com a contagem regressiva para o final do inverno, a expectativa é de dias ensolarados e quentes que estão por vir – e ficar. O otimismo meteorológico faz com que as casas de veraneio voltem à sua ocupação total, ainda mais quando viajar para hotéis e pousadas, ainda gera inseguranças, por conta da pandemia. Mesmo em setembro, dá tempo de repaginar a residência para aproveitar a primavera e, sobretudo, as férias de verão. “Além de uma área de lazer confortável, esse tipo de projeto pede acabamentos resistentes e duráveis, que demandem pouca ou nenhuma manutenção“, revela Patricia Penna, à frente do escritório Patricia Penna Arquitetura & Design, que reuniu uma série de dicas sobre o assunto.

O dormitório, com privilegiada iluminação natural, contou com painéis em lâmina natural de madeira, nas paredes. No piso, o porcelanato de grande formato. Os tons claros do décor garantem leveza e reforçam o clima natural de relaxamento| Foto: Leandro Moraes

A sugestão por acabamentos resistentes e com baixa demanda de manutenção é simples de entender: casas próximas ao mar sofrem grandes danos causados pela alta umidade do ar e a maresia. A arquiteta Patricia Penna explica sua preferência por projetar ambientes integrados como recurso que contribui para aumentar a ventilação natural. “Sem a compartimentação excessiva da planta, conseguimos também a sensação de amplitude nos ambientes da residência”, explica.

Os tons de azul do décor, presente no quadro “dégradé”, no tapete com padrão geométrico, bem como no adorno de corda e almofada em tom de areia, são elementos que reforçam a atmosfera de praia nesta sala de estar |Foto: Leandro Moraes

clima marítimo fica por conta da decoração, que pode ganhar itens que remetam à atmosfera local. A paleta de cores definida para as paredes e acabamentos dos móveis, aliada aos objetos de arte, almofadas e tecidos em geral, são alguns dos componentes essenciais para ratificar o mood de descanso da casa de praia. “Peças produzidas com matérias-primas naturais como fibras, cordas e madeiras são perfeitas para a construção da atmosfera praiana”, enfatiza a arquiteta.

durabilidade dos materiais é uma questão importante a ser considerada, para que a longevidade do projeto seja mantida por mais tempo. Para portas e janelas, o alumínio é uma das melhores opções, pois além de ser extremamente resistente a intempéries, pode receber uma grande sorte de acabamentos. No capítulo revestimentos, porcelanatos e pedras naturais são ideais, pois possibilitam uma limpeza mais funcional e são bastante duráveis. “Pedras naturais, em geral, demandam alguma atenção quanto à impermeabilização. Por isso, é sempre importante avaliar material X uso, no momento da especificação“, adverte Patricia Penna. Para os tecidos dos sofás e cortinas, por exemplo, resistência, praticidade para limpeza e secagem rápida, são atributos a serem observados.

Na área externa coberta, o piso especificado é o porcelanato com acabamento próprio para áreas externas, cuidado que precisa haver para evitar acidentes. Na decoração, uma ampla mesa para reunir familiares ou amigos e uma composição de estar ao fundo são um convite para apreciar o projeto paisagístico com espécies variadas | Foto: Leandro Moraes

Na área externa; piscinaespaço gourmet e área de descanso formam o setor de lazer – todo voltado para o grande jardim, que pode ter um lindo projeto paisagístico. “É imprescindível que haja um bom projeto de paisagismo, pois tem o poder de transformar o exterior da casa e valorizar muito a arquitetura. Além disso, um bom projeto leva em consideração não apenas a proposição de espécies adequadas ao local de implantação, mas também iluminação e irrigação“, relata a profissional.

Patricia Penna enfatiza ainda que o trabalho do escritório é imprimir a personalidade dos moradores em todos os detalhes do projeto, sempre propondo as melhores soluções técnicas, caso a caso. “Não necessariamente uma casa de praia precisa ter mobiliário ou decoração com fibras naturais, bambus ou estampas florais, assim como o projeto na montanha não precisa, necessariamente, ser executado apenas com madeira. Respeitando as premissas de cada região e as demandas/predileções dos clientes, é perfeitamente possível atingir resultados únicos, que dialogam perfeitamente com o estilo de vida dos moradores“, finaliza.

Sobre Patrícia Penna

No mercado há mais de 20 anos, a arquiteta Patrícia Penna é destaque de mostra de decorações no Brasil e no exterior. Com a equipe multidisciplinar que faz parte do escritório Patrícia Penna Arquitetura & Design, assina projetos de arquitetura e design de interiores nas áreas residenciais, corporativos e institucionais.

Seu principal objetivo é atender às expectativas de cada cliente, traduzindo seus anseios e concretizando-os. Transitando por estilos variados, trabalha com grande apuro e cuidado ao lado da equipe para atingir um resultado marcado pelo ecletismo e, sobretudo, pela identificação particular de cada cliente com o seu próprio projeto.

Patrícia Penna Arquitetura & Design

Rua Armando D’Oliveira Cobra, 50 – São José dos Campos
(12) 3209-9785
www.patriciapenna.arq.br
@patricia_penna_arquitetura

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui