Início Casa&Decoração Quarto de hóspedes: Como preparar para receber os visitantes com pleno conforto...

Quarto de hóspedes: Como preparar para receber os visitantes com pleno conforto e muito amor

Dispor de um quarto hospitaleiro e aconchegante aos visitantes é sinônimo de carinho e cuidado. Bem idealizada, a arquitetura de interiores pode transformar positivamente a experiência de viagem do seu visitante! | Foto: Rafael Renzo
Publicidade

Tanto nas férias, ou em qualquer período do ano, sempre há o desejo de acolher bem os convidados na intimidade do lar; Com as dicas da arquiteta Carina Dal Fabbro, aprenda como deixar o dormitório com atmosfera de um hotel 5 estrelas

O início do ano é sempre marcado por idas e vindas. A época de férias (principalmente de verão!) é uma oportunidade ímpar para visitar familiares e amigos distantes, além da oportunidade de aproveitar as opções de lazer do destino. Seja na cidade, no campo ou na praia, receber amigos e familiares em casa por alguns dias é sempre uma alegria, não é mesmo?! Para acolhê-los com conforto e oferecer momentos de privacidade aos convidados, um quarto de hóspedes é ideal e pode ser bem-preparado através de soluções simples e econômicas.

Na hora de aproveitar o espaço extra que está sobrando no seu lar e transformá-lo no cantinho perfeito para os hóspedes, podem surgir algumas dúvidas sobre como promover essa organização”, explica a arquiteta Carina Dal Fabbro, à frente do escritório que leva seu nome. “Isso acontece porque o dormitório precisa ser versátil, agradável e capaz de atender as mais diversas necessidades que hóspedes diferentes possam demandar enquanto passam alguns dias na casa do anfitrião“, pontua a especialista.

Para um quarto de hóspedes livre de bagunças, improvisos e sem colchões infláveis que só deixarão o seu convidado desconfortável, a arquiteta listou algumas dicas de como preparar o ambiente corretamente. Confira!

Estrela do dormitório, a escolha da cama é um dos maiores desafios ao montar um quarto de hóspedes! | Foto: Rafael Renzo

CAMA

Uma das missões do anfitrião é proporcionar ao visitante uma boa noite de sono, como se ele estivesse em sua própria casa. Para isso, definir a cama e o colchão ideal é muito importante. “Sempre dou preferência para um colchão com densidade mediana. Nem muito macio, nem muito firme. Assim, garantimos que as pessoas não vão acordar com dor nas costas no dia seguinte”, explica Carina.

No que se refere às dimensões, modelos queen size são excelentes para quem recebe os pais, tios ou casais de amigos como visitantes frequente. Agora, se o perfil de hóspedes for sobrinhos, enteados ou amigos solteiros, um sofá cama ou uma cama de solteiro são alternativas adequadas, resultando ainda em espaço livre no ambiente.

Roupas de Cama

Camas de hotel são referência em conforto. Acolhedoras e milimetricamente arrumadas, além do colchão, o que colabora para que ela receba cinco estrelas nas avaliações são os lençóis e travesseiros. “Decida sempre por peças de tecidos naturais, como algodão e linho, que são macias e não abafam a transpiração”, orienta Carina. A gramatura do tecido interfere no bem-estar: quanto mais fios, mais suave é o seu contato com a pele.

Ofereça também, se possível, travesseiros de diferentes alturas, densidades e tamanhos. Além disso, ofereça um edredom macio e um cobertor. “Em muitos casos, as pessoas ficam constrangidas em pedir mais um travesseiro ou edredom para os donos da casa. Por isso, deixando os itens com fácil acesso, os hóspedes podem selecionar sozinhos o que desejam usar e, assim, desfrutarem de uma noite confortável”, explica a arquiteta.

Neste projeto as escolhas de Carina Dal Fabbro, a dupla de mesinhas fornece um apoio super útil no dia a dia. A mesa maior acomoda o abajur e uma vela, enquanto a versão mais baixa, além de acomodar os objetos de decoração, também faz a vez de cesto e guarda mantinhas super quentinhas para dias mais fresquinhos | Foto: Rafael Renzo

Mesa de cabeceira

Outro item que não pode faltar é a mesa de cabeceira! Elas são práticas e, além de decorar o quarto, atuam como suporte para um copo com água, abajur, óculos, relógio e o smartphone. Colocá-las próximo a tomada também é uma boa ideia, haja vista, o período noturno é quando todos carregamos nossos aparelhos eletrônicos – e deixá-los no chão não é a melhor opção!

Cômodas com gavetas resolvem a disposição das roupas. “Um quarto de hóspedes não precisa, necessariamente, contar com um guarda-roupas. Por isso, uma cômoda abre a possibilidade de o visitante organizar seu vestuário e deixar a mala guardada para utilizar novamente apenas no momento da partida“, orienta Carina.

Neste projeto, a cortina em linho contribui para deixar o ambiente mais escurinho, principalmente nos dias em que o desejo é dormir até um pouco mais tarde! | Foto: Rafael Renzo

Cortinas

Outro item indispensável nos quartos de hóspedes são as cortinas. “Uma das possibilidades é investir em modelos blackout que vedam completamente a luz de fora e permitem que os hóspedes durmam com mais comodidade”, conta a arquiteta. É possível também investir em modelos prontos de algodão, que podem ser encontrados facilmente em home centers, que não pesam no orçamento, funcionam bem para dar um efeito de casa arrumada e propiciar privacidade aos hóspedes.

Toalhas

“Libere o seu convidado da tarefa de carregar peso extra e ofereça toalhas dispostas sobre a cama ou no banheiro”, destaca Carina. Para tanto, separe um conjunto para o corpo e rosto que seja macio e gostoso ao toque para cada um dos recepcionados. No que se refere às toalhas de praia, uma boa dica é aproveitar aquelas que, com o tempo, se perderam de seu conjunto ou as mais velhas, que já não estão mais adequadas para o pós-banho. Por estarem em contato com a área e a água com cloro das piscinas, as toalhas devem ser trocadas e lavadas com maior frequência, por isso, quanto mais melhor!

Mimos

Nada como chegar no quarto após um longo período de viagem e ter algumas lembrancinhas te esperando, não é?! Proporcione esta experiência aos seus convidados também! “Um kit em formato travel size com sabonete, shampoo, condicionador, escova e pasta de dentes pode ser muito útil e demonstra o carinho que você teve em preparar tudo para receber aquela pessoa. Vale a pena!”, orienta a arquiteta. Outra sugestão valiosa para os dias de verão é disponibilizar repelentes e protetor solar. “Como os dias de calor são um convite para as atividades ao ar livre, essa gentileza faz toda diferença”, complementa.

Sobre Carina Dal Fabbro Arquitetura

Formada pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo em Arquitetura e Urbanismo, Carina Angélica Dal Fabbro Saraiva tem experiência de mais de 25 anos na área de design de interiores e arquitetura. Coordena o escritório boutique que leva seu nome, gerenciando toda a sua equipe de arquitetos para o desenvolvimento de projetos. Participa pessoalmente de cada etapa e preza o atendimento personalizado a cada cliente.

Após anos de parcerias e experiências, fundou o escritório que leva seu nome, Carina Dal Fabbro | Arquitetura e Interiores. Especializado em projetos de decoração para imóveis residenciais, corporativos e comerciais, todos os projetos levam em consideração as particularidades de cada um destes segmentos e é focado na máxima satisfação.

O trabalho de Carina Dal Fabbro engloba desde as etapas de projeto, planejamento, administração de obras, coordenação de lojas e fornecedores até a entrega final do imóvel.

Carina Dal Fabbro Arquitetura
www.carinadalfabbro.com.br
@carinadalfabbroarq

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Publicidade
Artigo anteriorBusan se candidata para sediar World Expo 2030 Busan com tema “Transformando nosso mundo em direção a um futuro melhor”
Próximo artigoHillstone Networks define novo padrão em soluções de segurança inteligentes, confiáveis e automatizadas com o StoneOS 5.5R9
Editora chefe da Revista Matrimoni e produtora de eventos corporativos e sociais, Assessora de casamento, e formada em Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui