Notícias Corporativas

Documentário Reino das Mulheres traz um olhar atento às sociedades matriarcais

Viajar e conhecer pessoas sempre foi um interesse comum do casal de estudiosos Mara Carneiro e André Mara, que desde 2018, iniciaram o projeto Jornadas do Aprendizado, com o objetivo de conhecer e desvendar os bolsões culturais cujo traços matriarcais ainda resistem nos dias de hoje.

Mara e Mafra são idealizadores do Canal Reino das Mulheres, onde lançaram uma série documental com quatro episódios sobre os Mosuos, povo matriarcal no sudoeste da China, que já está no ar pelo YouTube.

O interesse nestas sociedades em que as mulheres representam a liderança familiar e social sempre esteve presente na linha de estudos da filosofia que o casal atua e ensina a alunos que buscam um caminho de qualidade de vida e alta performance. No entanto, as viagens com destino a essas sociedades, que vivem tão isoladas, iniciaram após receberem os direitos de tradução para a língua portuguesa do livro O Reino das Mulheres – O último matriarcado, do autor argentino, Ricardo Coler.

“Conhecer os Mosuos através do diário de viagem do Coler àquele povoado nos despertou uma vontade profunda e uma imensa curiosidade de conhecer pessoalmente cada personagem daquelas províncias de Yunnan e Sichuan, no Sudoeste da China”, explica Mafra, que atua desde 1999 na formação de novos profissionais na área de bem-estar e autoconhecimento.

Inspirados nesta primeira viagem à China e nos cursos da pesquisadora, filósofa e feminista alemã Heide Göettner-Abendroth, que defende o estudo das sociedades matriarcais ou matrilineares, os pesquisadores já visitaram seis povoados com diferentes tradições em que as mulheres estão em posição de destaque.

Em 2018 e 2019, após conhecerem os Mosuos, visitaram os Gunayalas, em 2020, conhecidos como golden people que vivem nas paradisíacas ilhas na costa Atlântica do Panamá. Em 2022, estiveram na ilha de Kihnu na Estônia e na Comunidade Ribeirinha e Quilombola de Mangabeira, na Amazônia Paraense, onde as mulheres possuem um papel bastante relevante.

Em janeiro deste ano (2023), conheceram os Khasis, um dos mais populosos matriarcados ainda em atividade, que vivem no nordeste da Índia no estado de Meghalaya. O último destino da Jornada do Aprendizado foi para o México em setembro de 2023, onde conheceram os zapotecos, que vivem na região do istmo de Tehuantepec na província de Oaxaca, e ainda fizeram mais uma visita a Amazônia Paraense ocorrida em julho do mesmo ano.

“Além de conhecer essas pessoas e suas comunidades, estamos coletando depoimentos por meio de entrevistas de trabalhadoras, artistas, jornalistas, empreendedoras, e tantas outras diversas vozes femininas e masculinas, que compartilham suas experiências e histórias”, diz Mara, que também é consultora de inovação, professora e coordenadora de programas Corporate e do MBA de Business Innovation da FIAP, e especialista em Teoria U e Mindfulness Design.

“Nosso objetivo é inspirar outras mulheres a buscarem seus objetivos e sonhos, independentemente das barreiras que possam enfrentar, além de inspirar todas e todos nós”, completa a professora.

Além das entrevistas in loco, o casal já coletou depoimentos de jornalistas, pensadoras, autoras, tal como Regina Navarro Lins, que pesquisam sobre o tema, com o objetivo de produzir um material audiovisual com reflexões sobre o casamento, relacionamento afetivo e felicidade.

“Até outubro de 2024, a Mara e eu iremos concluir o curso de especialização pela International Academy Hagia for Modern Matriarchal Studies, com a coordenação da Göettner-Abendroth, e todo esse material da Jornada será muito importante para o desenvolvimento da nossa tese”, conclui Mafra.

O projeto tem toda essa entrega do casal, pois ambos acreditam na transformação social por meio dos estudos do comportamento humano e na busca pela expansão da consciência, o que se alinha muito com o pensamento da alemã Heide Göettner-Abendroth, que diz que os estudos matriarcais e a espiritualidade matriarcal são um novo paradigma. Afetam todas as áreas do conhecimento, todos os níveis de sentimento e nos transformam como pessoa integral.

“Através deles, podem ser dados passos para passar desta sociedade para um modo de vida diferente que conduza a um futuro verdadeiramente humano”, complementa a pesquisadora alemã.

Mara Carneiro – Consultora de inovação, professora e coordenadora de programas Corporate e do MBA de Business Innovation da FIAP, especialista em Teoria U e Mindfulness Design.

André Mafra – Professor pelo DeRose Method em 1999 e, desde 2004, dirige também a sede do Brooklin em São Paulo. Autor do livro Sabores & Destinos, uma viagem pela história das especiarias e colunista do portal Vida Simples.

Para assistir aos episódios do documentário basta acessar: https://www.youtube.com/@CanalReinodasMulheres

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.