Início noticias-corporativas Testes rápidos de Covid-19: fatores que causam alteração no resultado

Testes rápidos de Covid-19: fatores que causam alteração no resultado

Publicidade

São Paulo – SP 23/7/2021 – Quando mantidos sob as temperaturas recomendadas e em locais sem excesso de umidade, os kits apresentam totais níveis de segurança.

Manter os testes de Covid-19 em um ambiente com temperatura e umidade controladas são essenciais para a eficácia do exame.

O cuidado com a guarda e conservação dos testes rápidos sempre teve um papel de grande importância, até mesmo no período pré-pandemia, onde os testes já eram realizados para identificar doenças como: HIV, Sífilis e Hepatites B e C.  

No entanto, devido à disseminação do novo coronavírus, o caso tornou-se ainda mais crítico. Além de monitorar a temperatura, é preciso ter cautela para que a umidade não prejudique a eficácia dos testes sorológicos.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelaram que entre o começo da pandemia até julho de 2020, 6,4 milhões de brasileiros passaram pelo teste rápido de Covid-19. 

Devido à facilidade com que são aplicados, os testes rápidos para detectar a Covid-19 têm uma adesão cada vez mais significativa. Em aproximadamente 15 minutos, é possível obter um resultado satisfatório sobre a presença de anticorpos e um diagnóstico da doença.

Segundo a Labtest e a Biotest, fabricantes desses testes rápidos, para que não haja distorção nos resultados, é importante que o armazenamento destes testes seja feito de maneira correta, em locais com a umidade equilibrada. Isso garante a sua eficácia e confiabilidade. Requisitos vêm descritos na bula dos testes. 

É essencial controlar a umidade em áreas farmacêuticas e laboratórios durante todo o processamento, armazenamento, testes e embalagem.

Quando mantidos sob as temperaturas recomendadas e em locais sem excesso de umidade, os kits apresentam totais níveis de segurança. Além disso, a recomendação é que também não haja exposição à luz e ao calor.

Para se obter os melhores resultados no controle da umidade, é de fundamental importância dispor de um desumidificador de ar.

O desumidificador de ar permite seguir as normas, regulamentos e recomendações estipulados pelos órgãos de saúde. Desta forma, previne também quanto à proliferação de microrganismos como ácaros, bactérias e fungos no ambiente.

Para saber mais sobre o controle de umidade em testes rápidos, basta acessar:

https://www.thermomatic.com.br/aplicacoes/desumidificador-para-testes-rapidos-da-covid.html

Website: https://www.thermomatic.com.br/

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Publicidade
Artigo anteriorKymeta demonstra interoperabilidade LEO e GEO SATCOM durante exercício de laboratório de batalha militar
Próximo artigoA importância da ética e do foco no paciente em casos de implante de prótese peniana

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui