Notícias Corporativas

Mercado de crédito de carbono ajuda futuro sustentável

No mundo, um assunto que vem gerando extrema relevância no cenário global com as atuais mudanças climáticas, é a redução de emissão de gases de efeito estufa e a criação de um mercado de carbono. A compensação de carbono pode ser uma forma estratégica para neutralizar as emissões de gases do efeito estufa (GEE), normalmente gerada pelas atividades empresariais, mas com a preocupação e o compromisso em criar um mundo mais sustentável reduzindo os impactos ambientais e combatendo as mudanças climáticas.

O crédito de carbono é a moeda utilizada, uma tonelada de dióxido de carbono é igual a um crédito de carbono. As empresas têm um limite de emissão de gases de efeito estufa, já pré-estabelecidas, autorizadas a liberar na atmosfera. Caso uma empresa ultrapasse esse limite pré-estabelecido, ela compra créditos de outra empresa que tenha sobrado, criando um incentivo monetário para redução das emissões. Até 2023 as receitas de crédito de carbono podem gerar US$ 100 bilhões ao Brasil, é o que aponta um estudo da representação brasileira da Câmara de Comércio Internacional (ICC Brasil)

Atualmente, no mercado brasileiro, algumas empresas buscam adotar práticas mais sustentáveis e cumprir metas ambientais. Eduardo Funari, engenheiro agrônomo e CEO da Funari Paisagismo, que atua há mais de 20 anos na área, analisa o panorama atual: “O mecanismo passou a funcionar em meados dos anos 2000 em algumas partes pelo mundo. No Brasil, não existe uma lei que obrigue a compensação do carbono, mas muitos já entenderam como podem fortalecer a imagem da empresa, atraindo investidores”.

Sobre a Funari Paisagismo:

A Funari Paisagismo é responsável por projetos e execuções de crédito de carbono em locais como Data Center Itaú Mogi Mirim com 250 mil metros quadrados de vegetação arbórea. Eduardo, responsável pelo projeto explica que toda empresa pode fazer um projeto onde irá gerar créditos de carbono e dá o exemplo onde é possível realizar redução de emissão de gases em um jardim vertical. “Um paredão de mais ou menos 450 metros quadrados, com a escolha certa do plantio, pode, aproximadamente, ser equivalente a 45 árvores.”

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos. A publicidade é uma fonte importante de financiamento de nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.