Início Casa&Decoração Banheiro de casal: Celite traz dicas para deixar o ambiente prático, bonito...

Banheiro de casal: Celite traz dicas para deixar o ambiente prático, bonito e organizado

Para o casal manter a sua individualidade, a sugestão é projetar um banheiro com gabinetes, cubas e espelhos para cada um. | Foto divulgação Celite
Publicidade

Com algumas importantes definições, marca ajuda a projetar um banheiro mais harmonioso para a vida a dois

Quando chega o tão sonhado período da vida a dois, o casal compartilha tudo, inclusive o banheiro. Principalmente em algumas horas do dia, quando ambos recorrem ao mesmo espaço, o ambiente precisa recebê-los com completude e sem apertos, facilitando a rotina e otimizando o tempo dos moradores.

Para isso, investir em um banheiro de casal pode ser uma excelente aposta! Um lugar bem organizado, confortável e com estrutura em dobro influencia no humor e no comportamento das pessoas. E sim, o cômodo pode ser dividido de forma harmônica! Pensando nisso, a Celite, marca que democratiza a tecnologia associada com tendências de design e funcionalidades, separou algumas dicas de como deixar esse espaço para uma rotina mais leve todos os dias. Confira!

Tudo em dobro

Realizar um projeto de banheiro de casal demanda ao arquiteto ou designer de interiores pensar e prover uma série de soluções que vão além dos aspectos funcionais e estéticos de todo projeto. O número de elementos que serão inseridos no banheiro, tais como toalhas, produtos de higiene pessoal e de beleza, além de cubas e espelhos, entre outros, precisarão ser em dobro. Com isso, também será necessário ampliar o espaço de armazenamento com gabinetes embaixo da bancada, além de nichos e/ou prateleiras.

Na escolha por produtos fixos, se o espaço permitir, o ideal é optar por gabinetes individuais ou bancadas que comportem duas cubas. Além de auxiliar na individualidade e organização, a decisão colabora na agilidade, uma vez que os dois podem usar concomitantemente. Nesse contexto, também não se pode esquecer de considerar dois espelhos individuais ou amplos, que podem ser divididos. Caso o banheiro seja estreito, recorrer ao uso de organizadores pode ser eficaz para separar os produtos consumidos por cada um.

Cores

Em se falando de um espaço pequeno, a cor do ambiente se torna um fator ainda mais importante. Segundo a psicologia das cores, tons claros são mais indicados, pois promovem as sensações de limpeza e amplitude. Além disso, permitem personalizar o espaço, de acordo com a preferência de cada usuário, sem comprometer a área total. Isso vale tanto para as louças sanitárias, assim como móveis, pisos, revestimentos, tintas.

Ambiente composto por cuba de apoio Design D3 e misturador para lavatório de mesa Lotus | Foto: divulgação Celite

Iluminação

A iluminação é outro ponto relevante no banheiro de casal e deve ser pensada levando em consideração a utilização de duas pessoas ao mesmo tempo. Um projeto luminotécnico centralizado é fundamental para prover um ambiente seguro e, da mesma forma, luzes projetadas bem próximas aos espelhos contribuem para facilitar os momentos de higiene e autocuidado.

Produtos

O portfólio da Celite conta com um vasto número de produtos com modelos e tamanhos diferentes para banheiro de casal. Conheça as sugestões que resultarão em cômodos com design moderno e perfeito para o uso a dois:

  1. Gabinetes
Os gabinetes podem oferecer soluções versáteis e práticas | Foto: Divulgação Celite

A escolha do gabinete do banheiro vai depender do estilo do casal e pode ser definida por atributos como design moderno e despojado ou algo mais clássico. Além do externo, o móvel precisa condizer com o tamanho do banheiro e dispor de espaço de armazenamento com gavetas e prateleiras. O que vai definir é a necessidade dos consumidores.

Para atender os banheiros com tamanhos reduzidos, a Celite produz móveis que chegam ocupar apenas 40 cm de largura. Para os ambientes maiores, a marca conta com opções de até 80 cm de largura. Especialista em dispor soluções completas, a marca oferece versões de gabinetes com cuba de apoio, espelho e prateleiras.

Com relação aos materiais, os gabinetes da Celite são produzidos em MDP (Medium Density Particleboard), material recomendado para espaços úmidos que precisam de estabilidade e maior durabilidade. As cubas e lavatórios são produzidos em louça sanitária, ou seja, não amarelam, desbotam ou deformam com o uso.

Composto por gavetas e porta com prateleiras, o kit completo conta com espelho, nichos e prateleira, além do lavatório integrado ao gabinete. Disponível nas cores branco e wengue | Foto: divulgação

Em MDP, a linha Like da Celite apresenta diferentes tamanhos: 50 x 59 x 36 cm, 42 x 54 x24 cm, 42 x 66 x 34 cm, 44 x 50 x 34 cm; 40 x 50 x 30 cm e 60 x 66 x 34 cm*.

A linha Basic também conta com diversos tamanhos e cores. Este modelo de gabinete tem 60 cm de largura e 38 cm profundidade, e está disponível na cor Wengue. Acompanha a cuba de apoio também da linha Basic / Foto: divulgação Celite
  1. Cubas

Para as cubas, há quem goste do branco brilho, como também dos modelos em cores, no acabamento brilho ou matte. A Celite dispõe de diferentes formatos, tamanhos, cores e tipos de instalação para combinar com o seu projeto: tudo vai depender do estilo e espaço disponível. Contudo, não existe uma regra e é possível criar suas próprias combinações exclusivas e com um toque especial!

cuba de apoio, como o próprio nome já sugere, é instalada sobre a bancada ganham volume. Pode ser uma cuba de apoio com mesa para o metal (quando há um furo para colocar uma torneira, sempre de bica baixa), ou sem mesa para metal — neste caso, recomenda-se usar uma torneira de bica alta ou uma torneira de parede.

Já a cuba de sobrepor se encaixa dentro do móvel do banheiro. Ao ficar sobreposta, fica visível apenas uma pequena borda mais alta em relação à superfície da pia. Para ambos os casos, uma dica: o usuário deve atentar à altura da bancada em relação ao piso, para que não fique alta ou baixa demais para quem usá-la. Para este tipo, a torneira ideal é a de bica baixa ou de parede.

Os gabinetes podem oferecer soluções versáteis e práticas | Foto: Divulgação Celite
  1. Torneiras, Misturadores e Monocomandos

Os metais sanitários da Celite são produzidos com matéria-prima de alta qualidade para assegurar a durabilidade e todos os produtos oferecem 10 anos de garantia. Design, funcionalidade e economia de água permeiam em todo o portfólio da marca.

Misturador de mesa da linha Basic, indicado para cubas de embutir, sobrepor, semiencaixe e de apoio com mesa para o metal | Foto: Divulgação Celite 
Torneira de mesa bica alta com arejador articulado da linha Basic, da Celite, indicada para cubas de apoio sem mesa para o metal | Foto: Divulgação
Monocomando de bica baixa da linha Basic da Celite. Design versátil com o volante de fácil abertura / Foto: divulgação
Sobre a Celite

Está presente na memória e na rotina dos brasileiros desde 1941. Uma das primeiras indústrias de louças sanitárias do Brasil, a Celite foi fundada em 1941, com o nome de Porcelite, em São Paulo. Em 1968, já como Celite, iniciou o processo de expansão para Minas Gerais, inaugurando fábrica em Santa Luzia. Em 1982, com a compra do parque industrial de Recife/PE, transformou-se na mais moderna fábrica de louças sanitárias da América Latina.

Em 1988, alçou o grande marco da internacionalização com a construção da Vila Olímpica de Seul e a exportação de peças para Estados Unidos, Canadá e Europa.

Adquirida em 1996 pelo grupo suíço Laufen, que em 1999 passou a pertencer ao grupo espanhol Roca, a Celite faz parte da Roca Brasil, líder no segmento nacional de louças sanitárias. E os investimentos nas plataformas continuam: em 2010, a plataforma de metais, em 2014 de móveis e, em 2018, a fábrica de assentos sanitários.

Nessa jornada, a marca acompanhou a velocidade do dia a dia, aprendendo com a história e se conectando com o futuro. Celite é atenta não só para realidade do mundo atual, como também compreende o comportamento dos brasileiros. A marca combina espírito jovem a credibilidade dos consumidores que a acompanham há tempos. É essa trajetória, de companheirismo e inovação, que permite democratizar a tecnologia e apresentar como o banheiro brasileiro.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui