Início Negócios Porque o adiamento ao invés do cancelamento?

Porque o adiamento ao invés do cancelamento?

Publicidade

A principal dica para as noivas do primeiro semestre é trabalhar sob hipótese de adiamento, contudo nunca de cancelamento. Quando finalmente vencermos está luta contra o vírus, as pessoas voltaram-se a querer comemorar a vida.

Muitos sonhos já foram adiados, casamentos do primeiro semestre passaram para o segundo. Adiando com antecedência, as noivas conseguiram manter todos os seus fornecedores para a nova data.

Não precisa cancelar. Como a gente não sabe o que vai acontecer, estamos orientando não cancelar, e sim adiar. Porque casamento é um sonho. A  dica é mudar a datas ou diminuir o tamanho, mas cancelar não. O cancelamento pode fazer com que os noivos serem muito prejudicados financeiramente.

Porque o adiamento ao invés do cancelamento?

Como o casamento é planejado com tanta antecedência, empenho, e dedicação é frustante ele simplesmente não acontecer. E lembrando que se você faz parte da lista de noivas do primeiro semestre você não está sozinha, várias noivas estão adiando.

E na hora de escolher a data, procure os meses menos concorridos ou dias tranquilos do segundo semestre. Por exemplo: os meses de Setembro até Dezembro é a alta temporada do setor de casamento, então é melhor escolher logo a data ou outros para facilitar a conciliação de todos os serviços da festa. Outra sugestão é trocar a sexta-feira e o sábado por dia da semana menos concorridos.

O importância é ter calma e focar em uma negociação tranquila com os fornecedores: O coronavírus não é “culpa” de nenhuma das partes. Sem deixar de levar em conta o lado do fornecedor, que também está sendo prejudicado por essa crise global.

O que você precisa está ciente é que o casamento no sábado será mais difícil para conciliar a agenda de todos os fornecedores. Então, se preferirem seguir com o sábado precisam está dispostos a perder um ou outro fornecedor.

Mesmo com a quarentena o mercado de eventos permanece ativo, em modalidade home office. Porém degustações junto aos buffets, open bares e outros que exijam encontro pessoal, provavelmente só voltarão a ocorrer após pronunciamentos oficiais.

Não se desespere!

Como não temos uma certeza sobre quando tudo irá voltar à normalidade, se você vai casar em agosto ou depois não se desespere. Antes de mudar a datas para o ano que vem espere. A dica é que é aguardar até o final de maio e então, se for necessário, tome alguma atitude.

Para casamentos marcados em março. Não fique triste imaginando como teria sido ou seria, imagine como será! Se mesmo assim bater aquela tristeza no dia em questão, comemore dentro de casa mesmo! Um bom vinho, um jantar a dois.

Vamos buscar uma nova data para essa união? Peça ajuda da sua assessora para mudança de data com seus fornecedores. Tente alternativas que mantenham seu “dream team” escolhido com tanto carinho. E lembrem-se, vocês não estão parando de sonhar, estão apenas adiando.

O importante é se manter calma e esperançosa. O cenário muda de um dia para outro. Muita coisa pode acontecer. Siga seus planos normalmente enquanto observa o cenário mundial. Sua assessora irá te informar quando chegar a hora de tomarem uma decisão, mas por enquanto muita calma e positividade. Aposte nos aplicativos de meditação, leia livros com mensagens positivas, se cerque de coisas boas. Essa energia será muito importante para manter a serenidade.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Publicidade
Artigo anteriorPor causa do coronavírus, Branca Feres adia por um ano casamento em Portugal: “Não tem clima para celebração”
Próximo artigoCasamento é realizado por videoconferência no Recife
Editora chefe da Revista Matrimoni e produtora de eventos corporativos e sociais, Assessora de casamento, e formada em Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui