Início Gourmet Alta dos alimentos: Confira soluções para economizar na cozinha

Alta dos alimentos: Confira soluções para economizar na cozinha

Basket filled healthy food
Publicidade

Pandemia influenciou alta dos alimentos em 15%

De acordo com levantamento divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em março, desde o início da pandemia o preço dos alimentos subiu 15% no país, quase o triplo da taxa oficial de inflação do período, que ficou em 5,20%.

O alto preço dos alimentos atingiu em cheio o consumidor que continua enfrentando sérias dificuldades devido ao período de isolamento, como a perda de renda provocada pelo fechamento de negócios e o aumento do desemprego. Para reduzir gastos na alimentação, muitas pessoas tentam substituir produtos por opções mais em conta, além de repensar maneiras de economizar no custo da refeição.

“A crise transformou os hábitos alimentares e chamou ainda mais atenção para a necessidade de evitar desperdícios e de preservar a durabilidade da comida ao máximo”, diz Alessandra Zambaldi, diretora de comércio exterior e marketing da Alpfilm®.

“A pandemia afetou a rotina em diversos aspectos. Hoje vivemos em um momento delicado e uma das soluções para reduzir os impactos dos altos preços dos alimentos é preparar a comida em casa com maior planejamento e responsabilidade a fim de evitar gastos exorbitantes. Assim, é possível economizar tanto financeiramente quanto no tempo investido trabalhando nas refeições”, explica a diretora.

Confira cinco vantagens de economizar tempo e dinheiro na cozinha

Planeje: Antes de ir às compras, é ideal pensar no cardápio dos próximos dias, assim é possível pegar de prontidão os itens que necessita para as refeições. Depois, é importante checar a despensa e fazer uma lista com os itens que estão em falta. “Esse hábito vai reduzir o tempo que caminhamos no mercado e também ajudar a adquirir apenas o necessário. Uma boa dica para esse momento é certificar-se de ter ‘ingredientes-chave’ disponíveis em casa, como o arroz, feijão, ovos, farinha, macarrão, manteiga, cebola, tomate e outros itens que fazem parte da rotina”, adverte Alessandra.

Além disso, fazer compras esporádicas pode aumentar — e muito — as contas no final do mês. Por isso, o ideal é dar um espaço de, no mínimo, uma semana entre uma ida ao mercado e outra.

Reduza o desperdício: Alguns cuidados com o armazenamento são importantes para prolongar a vida útil dos alimentos e ajudar a poupar dinheiro. Uma das alternativas é utilizar o plástico filme Alpfilm® para envolver diversos alimentos, dentre eles frutas e legumes, por exemplo, o que permite que se mantenham conservados por mais tempo em comparação com outros plásticos.

Para ajudar o manter os alimentos frescos por um período maior e, simultaneamente, combater diversos patógenos como vírus e bactérias, inclusive o Sars Cov-2, a empresa de plástico filme desenvolveu o Alpfilm Protect®, plástico filme com um material específico na formulação que inativa o novo vírus.

Para comprovar a eficácia, o plástico foi testado e teve a eficiência comprovada através da empresa QuasarBio, referência em ensaios com SARS-Cov-2 que tem laudos protocolados pelo Professor Lucio de Freitas, especialista no assunto. Além disso, os ensaios foram realizados no laboratório Nível de Biossegurança 3 (NB3) – especializado na manipulação de microrganismos com alto grau de patogenicidade.

“O produto, que já contava com propriedades antifúngicas e bactericidas – graças à presença de micropartículas de prata – passou por uma série de estudos para adequações em sua composição com o objetivo de assegurar sua eficácia antiviral, em especial contra o novo coronavírus. O resultado foi um produto que apresenta respostas positivas que chegam a cerca de 80% de inativação nos primeiros três minutos, chegando a 99,99% de eficácia em até 15 minutos”, afirma a diretora.

Além disso, também há o Alpfilm Protect Trilho® que possui um sistema de corte do plástico, facilitando embalar o alimento e diminuindo o desperdício do produto, gerando economia.

Já as hortaliças podem ser higienizadas e levadas à geladeira dentro de sacos Zip Lock, a fim de preservar os nutrientes. O mesmo pode ser feito para manter as ervas frescas — deixando entrar um pouco de ar dentro das embalagens para conservar o alimento.

Reaproveite os alimentos: Consumir os alimentos integralmente é um dos segredos para economizar tempo e dinheiro. “Nós precisamos, urgentemente, mudar o cardápio e trazer o reaproveitamento de alimentos no dia a dia. Os benefícios são diversos e incluem consumir mais nutrientes – presentes em cascas de frutas, talos de verduras e legumes- além de gerar menos acúmulo de lixo no meio ambiente. E, ainda, descartar partes que servem de alimento também impacta diretamente nas contas do mês. A alternativa de reaproveitamento é a solução para usar a criatividade e desenvolver novas receitas!”, explica a empresária.

Fique de olho nos preços: Outra dica de economia é ter atenção à safra de cada alimento. Em cada época do ano, diferentes frutas, verduras e legumes são encontrados em maior quantidade e qualidade. Isso significa que eles estarão disponíveis por um preço mais baixo, já que terá mais oferta. Por isso, é ideal pesquisar antes de preparar o prato desejado.

Cozinhar “em lotes”: A técnica é uma expressão popular que significa preparar de uma única vez uma quantidade de comida suficiente para vários dias. Para isso, é necessário reservar algumas horas — do final de semana ou de um dia mais tranquilo — para fazer as refeições semanais.

Uma das dicas é evitar variar muito o cardápio para poupar tempo de preparo. “O segredo para não enjoar da pouca variedade é planejar diferentes receitas com os mesmos ingredientes e sempre investir nos temperos“. Depois de prontos, é necessário levar ao congelador em recipientes com tampas ou muito bem vedado com o uso do plástico filme de PVC”, finaliza Alessandra.

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES, SORTEIOS E PROMOÇÕES

Invalid email address
Prometemos não enviar spam para você.  Pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Publicidade
Artigo anteriorCarol Oliveira celebra casamento com Juan Ciancio na Argentina
Próximo artigoComo o restaurante Guaiamum Gigante sobreviveu à pandemia?
Editora chefe da Revista Matrimoni e produtora de eventos corporativos e sociais, Assessora de casamento, e formada em Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui