Início Comportamento Casamento em tempos de pandemia: noivos inovam, superam adversidades e dizem “sim”...

Casamento em tempos de pandemia: noivos inovam, superam adversidades e dizem “sim” em Juiz de Fora

34
Amanda e Rodrigo estão simbolicamente casados — Foto: Amanda Novaes/Arquivo pessoal

A troca dos votos o “sim” em casa

Amanda Novaes e Rodrigo Gomes estão no grupo dos que tiveram os casamentos civil e religioso adiados por conta da pandemia.

No entanto, a criatividade dos noivos proporcionou que a semana D do dia 23 de maio, data original, deixasse de ser frustrante e se tornasse especial.

Em vez de lamentar o adiamento para janeiro de 2021, o casal promoveu uma semana com vários eventos para celebrar o casamento simbólico.

Desta forma, os noivos criaram uma conta no Instagram e aceitaram apenas pais e padrinhos como seguidores.
Durante os dias da semana, algumas brincadeiras e um quiz sobre o casal animaram os envolvidos.

No sábado, durante o dia, Amanda e Rodrigo organizaram uma turnê pela casa dos padrinhos em Juiz de Fora e, se protegendo com máscaras e higienização, entregaram presentes para eles e mataram rapidamente as saudades.

Na visão do noivo, o ambiente descontraído durante a semana original do casamento terá um papel importante no que será a cerimônia religiosa, remarcada para início do ano que vem.

“Foi muito divertido e todos começaram a se entrosar mais. Os padrinhos se conheceram, e o evento se tornou mais participativo do que o casamento tradicional. Quando houver o evento formal já vai ter outra atmosfera”, relatou.

A noite chegou, e o sentimento de tristeza que poderia passar pela cabeça dos noivos por não estarem se casando na igreja ficou de fora da festa. Afinal, havia muito a se fazer.

Enquanto Amanda e a pequena Manuela, filha do casal, se arrumavam secretamente no quarto, o noivo preparava o celular e o violão.
Aberta a live, apenas para pais, alguns familiares e padrinhos, Rodrigo tocou algumas músicas, segundo ele, ensaiadas dois minutos antes da cerimônia virtual começar.

Manuela Novaes abriu a cerimônia, ao som do pai Rodrigo — Foto: Rodrigo Gomes

Manu entrou com as alianças, as levou até Rodrigo e, tirando a parte em que quis assistir TV durante o casamento dos pais, se saiu muito bem. Naturalmente vieram o “sim”, a troca dos votos e das alianças.

Embora tenha se casado simbolicamente com um controle remoto nas mãos, para impedir que a filha de três anos se distraísse, Amanda se disse realizada com a experiência e com a proximidade – mesmo à distância – das pessoas queridas, em uma data tão especial para os dois.

Amanda e Rodrigo estão simbolicamente casados — Foto: Amanda Novaes/Arquivo pessoal

“Foi muito emocionante. Chorei horrorores. Foi ótimo. A Manu entrou direitinho, levou as alianças até o Rodrigo. Depois ele e eu trocamos os votos, que foi a hora que eu mais chorei. Foi incrível, tudo como deveria ter sido mesmo”, contou.

Fonte: G1 MG

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui